Notícias

VER TODOS

DIC Criciúma finaliza investigação de homicídio de agente prisional

DIC Criciúma finaliza investigação de homicídio de agente prisional

Informamos que após quase três anos foi finalizado o Inquérito Policial instaurado para apurar o homicídio do agente prisional aposentado Luiz Carlos Dal Agnol, morto com cinco tiros na noite de 29/09/14 em frente à sua casa, localizada às margens do trilho do bairro Paraíso, nesta cidade.

A investigação realizada apurou que um dos autores do homicídio foi JERRI ADRIANI DE OLIVEIRA JÚNIOR, à época com 17 anos de idade, que na noite do crime portava uma pistola calibre 9mm, arma que foi apreendida na data de 06/11/14 durante um assalto na cidade de Sangão/SC.

A finalização da investigação estava condicionada à realização de perícia de comparação balística entre tal arma e uma munição do mesmo calibre encontrada no local do homicídio, sendo tal perícia concluída somente agora, constatando o IGP que a arma que Jerri Adriani portava naquela noite foi uma das armas utilizadas para matar Dal Agnol.

Entre a data do homicídio e a conclusão de tal perícia criminal, Jerri Adriani completou a maioridade, foi preso em flagrante por tráfico de drogas, permaneceu cinco meses encarcerado no presídio, mas desde 24/03/17 está em liberdade, pois sua prisão preventiva por tráfico foi revogada.

Apurou-se durante a investigação que o homicídio de Dal Agnol foi ordenado por integrantes de uma facção criminosa que atua nos presídios, mas a investigação não logrou êxito em obter provas contra os mandantes do homicídio.

Em que pese já ter completado a maioridade, Jerri Adriani, hoje com 20 anos, responderá procedimento policial perante a DPCAMI por ter sido o autor do homicídio de Dal Agnol.

PUBLICIDADE comarca interno 1 Anuncie

Outras Notícias

VER TODOS