Notícias

VER TODOS

Polícia Civil condena homem pela prática de abuso sexual

Polícia Civil condena homem pela prática de abuso sexual

A Polícia Civil da Comarca de Maravilha tomou conhecimento de que um homem de 37 anos de idade, natural de Mondaí, estaria abusando de suas três enteadas, razão pela qual foram realizadas diligências preliminares pelo Setor de Investigação Criminal e instaurado Inquérito Policial a fim de apurar os fatos.

Imediatamente, designou-se equipe de policiais para atuar no investigação, haja vista a gravidade e urgência que o caso exigia, já que nas diligências iniciais se constatou que uma das vítimas residia com o agressor, o qual estava a ameaçando de morte caso o denunciasse à Polícia.

No dia 15.01.18, após o Setor de Investigação Criminal coletar vasto conteúdo probatório e testemunhal contra o agressor, a Autoridade Policial representou pela prisão preventiva do investigado, o que foi prontamente analisado e recebeu parecer favorável do Ministério Público e o deferimento pelo Poder Judiciário.

No mesmo dia, logo após a expedição da ordem de prisão, os Policiais Civis deram cumprimento e efetuaram a prisão do criminoso, cessando a prática delituosa e libertando a vítima que ainda morava com o agressor da violência diária. O autor foi preso em sua residência e conduzido à Delegacia de Polícia Civil para interrogatório, sendo posteriormente encaminhado à Unidade Prisional de Maravilha, onde aguardou preso durante todo o processo judicial. 

Após o cumprimento da ordem de prisão, em continuidade das diligências investigativas, constatou-se que o agressor abusava sexualmente de suas três enteadas desde que estas eram crianças,  sendo que com uma delas já possuía um filho.

Devidamente denunciado pelo Ministério Público da Comarca de Maravilha, o acusado respondeu a processo criminal por diversos delitos contra a dignidade sexual, ocasião em que lhe foi oportunizada a ampla defesa e o contraditório.

No dia 19 de setembro de 2018 o acusado foi condenado pelo Poder Judiciário a uma pena de 77 anos e 1 mês em regime inicialmente fechado.

A Polícia Civil esclarece que casos como esse, infelizmente, são recorrentes na região e que as vítimas devem procurar a Delegacia de Polícia para registrar o Boletim de Ocorrência, o qual será tratado com prioridade, prontamente analisado e a investigação iniciada para que o criminoso seja preso e condenado.

Colabore com a Polícia Civil. Denuncie. Disque 181 ou Whatsapp (49) 98802-9599, não é necessário a identificação

PUBLICIDADE comarca interno 1

Outras Notícias

VER TODOS