Notícias

VER TODOS

Polícia Civil finaliza investigações de cinco roubos em Criciúma

Polícia Civil finaliza investigações de cinco roubos em Criciúma
A Polícia Civil concluiu, na última semana, a investigação de cinco roubos ocorridos em Criciúma, realizados por três núcleos diferentes. A Divisão de Investigação Criminal coordenou as investigações que culminaram com o cumprimento de quatro mandados de prisões.

O primeiro grupo, composto por três adultos (28, 26 e 21 anos), foi indiciado pelo roubo de um veículo no bairro Nossa Senhora da Salete e, usando este carro, o roubo em um Posto de Combustível na região da Quarta Linha. Os autores utilizaram armas curtas e longas. Ainda houve a participação de um adolescente (17 anos). O inquérito concluiu por indícios de autoria nos dois crimes de roubo, com pena majorada pelo concurso de pessoas e uso de arma, além da corrupção de menores. A Polícia Civil cumpriu dois mandados de prisão preventiva.

Na segunda investigação, os policiais civis identificaram o autor de dois roubos em sequência. Um investigado (23 anos), com uso de arma de fogo, rendeu o proprietário de um veículo quando chegava em sua residência, no bairro Vila Manaus. Logo após, usando o veículo e munido de arma de fogo, realizou outro roubo em uma farmácia localizada no Rio Maina. Após render duas funcionárias, empreendeu fuga. O investigado foi identificado. A Polícia Civil representou pela decretação da prisão preventiva pelos dois roubos apurados. Foi cumprido outro mandado em aberto para este investigado. Ele está recolhido no Presídio de Tubarão.

A terceira investigação revelou o suspeito (41 anos) de realizar roubo contra um ciclista, no bairro Mineira Nova. A vítima foi abordada em via pública pelo investigado, que utilizou uma arma de fogo para ameaçar e subtrair valores e a bicicleta. A Polícia Civil identificou o suspeito do crime e, após deferida a segregação, cumpriu o mandado de prisão. O investigado encontra-se preso preventivamente no Presídio de Criciúma.

“Os suspeitos indiciados e presos têm histórico na atividade criminosa. Utilizando recursos tecnológicos, em conjunto com a dedicação dos investigadores, foi possível colher elementos de prova que convergem em fortes indicativos de autoria dos investigados”, segundo o Delegado de Polícia Yuri Miqueluzzi, da Divisão de Roubos da DIC.

PUBLICIDADE comarca interno 1

Outras Notícias

VER TODOS