Notícias

VER TODOS

Polícia Civil investiga vereadores suspeitos de fraude

Polícia Civil investiga vereadores suspeitos de fraude

Cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos na manhã de ontem, terça-feira (02), pela Polícia Civil, nas cidades de Governador Celso Ramos/SC e São José dos Pinhais/PR, durante a operação “Salário Extra”.

A ação da Delegacia de Combate à Corrupção (Decor/Deic) é fruto de uma investigação que apura fraudes no pagamento de diárias pela Câmara de Vereadores de Governador Celso Ramos. Ao menos 17 pessoas são investigadas.

A polícia identificou ex-vereadores e servidores públicos como os beneficiários do esquema que ocorreu entre 2007 e 2014 na cidade. O grupo investigado receberia pagamento de diárias para realização de cursos supostamente ligados à administração pública.

Segundo o delegado da Decor/Deic, Marcus Fraile, esses cursos eram oferecidos em Curitiba/PR, mas não exigiam a efetiva presença dos inscritos.

— Entretanto, ao final, eram entregues os certificados de participação, a fim de encobrir as ilegalidades e justificar o recebimento das diárias pelos vereadores e servidores da Câmara de Vereadores de Governador Celso Ramos — afirma o delegado.

Um total de R$ 435.362,00 foram gastos com a realização dos supostos cursos. Com isso, cada vereador ou servidor recebiam uma média diária de R$ 780,00, uma espécie de salário extra. As investigações apuraram, ainda, que o município pagava uma das diárias mais altas do Estado. Era, também, com maior número de registro de servidores em cursos.

Fonte: Diário Catarinense

PUBLICIDADE comarca interno 1 FG seguros 1

Outras Notícias

VER TODOS