Porte de armas para policial

A atividade policial por si só envolve risco constante aos policiais, que diariamente vão de encontro ao perigo para garantir a segurança da sociedade em geral.

Quando um cidadão decide engressar na carreira policial, sabe que o perigo de ter sua vida ceifada é constante. Para evitar isso, passa toda sua vida em constante preparação e treinamento, desde como se comportar no perigo, como o total domínio e manuseio de sua arma.

Porém, não podemos esquecer que, quando nos reportamos aos policiais de uma maneira geral, não importa se civis ou militares, operacionais ou administrativos, reformados ou aposentados, todos são mais do que cidadãos comum, com suas famílias.

Ocorre que, após anos de dedicação à carreira policial enfrentando o crime diariamente, ao se aposentar, os policiais perdem o direito a portar uma arma de fogo, mesmo que tenha passado toda sua carreira com uma pendurada na cintura diariamente, mesmo que tenha toda a preparação física e mental para o manuseio e uso.
Isto ocorre porque a legislação atual falhou ao tratar do policial aposentado, seja ele civil ou militar, e esqueceu de garantir a segurança das pessoas que passaram a vida toda enfrentando o crime.

A fim de corrigir essa falha legislativa, tramita desde 2012 o Projeto de Lei 3.722, de autoria do deputado federal Rogério Peninha Mendonça, que prevê regulamentar a aquisição e circulação de armas de fogo no país. O projeto, dentre suas proposições, garante a opção aos policiais quando aposentados, portar arma de fogo automaticamente, podendo assim resguardar sua integridade e de sua família.

A ADEPOL-SC não defende a liberação de vendas e portes de arma ao cidadão comum, uma vez que entendemos que armar a população não é a solução para a segurança pública.

Porém, não podemos deixar desguarnecido o policial que dedicou sua vida toda em prol da sociedade, estando diariamente “cara a cara” com o crime e o criminoso, e por atingir a aposentadoria estaria isento de sofrer com o ônus da carreira policial. Se o policial passou a vida toda se preparando para enfrentar o perigo e usar uma arma de fogo, não seria com a aposentadoria que ficaria incapaz de fazê-lo.

Quem passou a vida defendendo a população deve ter direito à defesa, por isso a ADEPOL-SC apoia essa causa.

Porte de armas para Policial Aposentado!

PUBLICIDADE comarca interno 1 Anuncie