Quem Somos

Quem Somos

A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Santa Catarina (ADEPOL-SC) é uma sociedade civil de tempo indeterminado, sem fins econômicos, entidade de classe de âmbito estadual. Ela congrega todos os Delegados de Polícia de carreira do Estado para a defesa de suas prerrogativas, direitos, interesses e mútua assistência. O foco principal é a preservação da Polícia Civil do Estado, como instituição permanente, destinada ao exercício, com exclusividade, das funções de Polícia Judiciária. A ADEPOL-SC tem sede e foro na cidade de Florianópolis - Capital do Estado de Santa Catarina, mas poderá possuir sedes seccionais em regiões do Estado, mediante deliberação da Diretoria Executiva.

Entre as finalidades da ADEPOL-SC está a de congregar os delegados de polícia de carreira, zelando pelo bom nome da classe, prestigiando e defendendo judicial e extrajudicialmente, as prerrogativas, direitos e interesses dos delegados de polícia e da polícia judiciária, em qualquer instância ou tribunal; também promover cursos, conferências, congressos, simpósios, trabalhos em grupo e outras atividades similares sobre assuntos de interesse da classe e da instituição policial; difundir, por meio de estudos, pesquisas, traduções e monografias, processos e métodos modernos de interesse das atividades de polícia judiciária e da investigação policial, visando essencialmente ao respeito à pessoa humana, bem como aos objetivos associativos e da polícia judiciária; colaborar com a União, Estados, Distrito Federal e entidades privadas, com estudos e projetos sobre segurança pública; pugnar por remuneração que garanta a independência econômica dos delegados de polícia, observado o princípio de isonomia de vencimentos com as carreiras jurídicas; promover a divulgação de matéria jurídica e de outras matérias formativas e informativas de interesse da classe; atuar como substituto processual do seu quadro associativo; defender o Estado democrático de direito, preservando os direitos e as garantias individuais e coletivos; e propor ações judiciais individuais ou coletivas, na manutenção e defesa dos direitos, interesses e reivindicações dos filiados, inclusive os previstos no Código de Defesa do Consumidor – Lei nº 8.079/90, particularmente, os discriminados no artigo 81.

PUBLICIDADE damasio interno Anuncie