Artigos

VER TODOS

Steve Jobs, Jeff Bezos e Jorge Paulo Lemann e a segurança pública: a atuação da Polícia Civil, a investigação criminal e a gestão dos recursos

Steve Jobs, Jeff Bezos e Jorge Paulo Lemann e a segurança pública: a atuação da Polícia Civil, a investigação criminal e a gestão dos recursos
 
·         Ulisses Gabriel
Delegado de Polícia Civil e presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil de Santa Catarina.
A cada diz que passa, crimes hediondos pautam a mídia, como o que ocorreu no mês passado, mas, felizmente, com final feliz: a elucidação do sequestro do empresário João José Gonçalves, de São João Batista, libertado do cárcere no dia 25 de dezembro. Ação da Divisão Antissequestro da DEIC, coordenada pelo Dr. Anselmo Cruz.
Não há dúvidas que segurança pública é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é um dos pilares de sustentação da sociedade, sendo obrigação moral do Estado e de seus agentes, que devem cumprir suas funções, a fim de atingirem um modelo qualificado de atendimento, percepção de segurança e efetividade.
E qual é o principal instrumento pelo qual a investigação é levada a cabo? Através do inquérito policial (IP), sendo esse o instrumento destinado a apurar a infração penal, através da oitiva de testemunhas, exames de corpo de delito, exames de instrumento do crime, buscas e apreensões, acareações, reconhecimentos, ouvindo o indiciado e colhendo informações sobre todas as circunstâncias que envolveram o fato tido como criminoso.
Assim, sem um IP organizado e bem conduzido, teríamos indícios de autoria do crime de sequestro praticado em São João Batista?
Acreditamos que não. Por isso, destacamos a importância de unidades policiais, investigativas, bem estruturadas, com número mínimo de policiais bem treinados e devidamente remunerados (com estrutura física adequada - viaturas, armas e outros equipamentos).
Todo grande gestor, entretanto, sabe que os recursos devem ser geridos de forma a potencializar os trabalhos, se garantido não só eficiência, mas efetividade. Se não tivermos uma boa gestão, não adianta ter condições. E não precisa muito. Se fosse necessário muito, Steve Jobs não teria começado a Apple com a venda de uma Kombi, Jeff Bezos não teria transformado uma livraria na Amazon  e Jorge Paulo Lemann não teria sonhado grande e construído um império. Mas o que moveu cada um deles: paixão, persistência e superação, o que não é difícil de encontrar no setor público. Não é porque é público que não possa ser bem gerido. Não é porque o cidadão é servidor público que ele não tenha amor, paixão e vontade de fazer as coisas acontecem. Vejo na grande maioria essa vontade. Basta colocar no lugar certo e valorizar cada colaborador que contribua para a máquina funcionar com eficiência, como fez cada uma desses grandes gestores. Essa, quem sabe, é a principal característica desses empreendedores.
 
PUBLICIDADE damasio interno Anuncie

Outros Artigos

VER TODOS