Notícias

VER TODOS

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO ALLIGATOR PARA COMBATER FACÇÕES CRIMINOSAS QUE AGEM NO BAIRRO DO MONTE CRISTO, EM FLORIANÓPOLIS

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO ALLIGATOR PARA COMBATER FACÇÕES CRIMINOSAS QUE AGEM NO BAIRRO DO MONTE CRISTO, EM FLORIANÓPOLIS

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (1º) a Operação Alligator com o objetivo de combater as facções criminosas que agem no bairro Monte Cristo, na Capital, e cumprir cerca de 20 mandados de busca e apreensão e 10 de prisões temporárias na região que foi investigada. Até as 15h20min da manhã oito pessoas tinham sido presas. A Operação continua em andamento. A Coordenação é do Delegado da Polícia Civil João Adolpho Fleury Castilho, da Central de Investigação do Continente (CICON).

 O local que está sendo alvo das diligências é a “PC3” e é dominada pelas organizações criminosas que agem no tráfico de drogas, na área continental.

 Através do trabalho de investigação, feito por policiais da CICON, foi possível identificar, e juntar indícios relevantes de autoria e materialidade contra os supostos principais líderes de uma facção criminosa que domina aquela localidade. Eles seriam os responsáveis pelos crimes de tráfico de drogas, integrar organização criminosa e de posse/porte ilegal de arma de fogo.

 O nome da operação policial faz referência à um logotipo de uma marca que é frequentemente utilizado pelos membros da organização criminosa investigada e fielmente usados para identificar seus membros.

 As diligências foram judicialmente autorizadas pela Vara Criminal da Região Metropolitana de Florianópolis, que deferiu as prisões e as buscas representadas pela Polícia Civil, após a manifestação sobre as investigações emitida pela 39ª Promotoria de Justiça.

As equipes ainda estão cumprindo as ordens judiciais que foram expedidas e a operação prossegue durante todo o dia de hoje. As investigações e a operação policial foram desencadeadas pela Equipe da CICON e coordenadas pelo Delegado de Polícia Civil João Adolpho Fleuy Castilho.

A Operação foi coordenada pelo CICON e teve a participação da Coordenadoria de Operações Especiais (CORE), Central de Investigação do Leste/Sul(CILS), Delegacia de Homicídios de Florianópolis(DH), Delegacia de Polícia da Comarca de Palhoça, Setor de Investigação Criminal (SIC) do Complexo do Continente, Delegacia de Repressão a Roubos (DRR), Serviço Aeropolicial (SAER) mais policiais militares do 22º Batalhão e do Canil, juntamente com a Divisão de Operações com Cães e Escolta do Departamento de Prisional (DEAP).

Fonte: Polícia Civil 

PUBLICIDADE fg interno FG seguros 1

Outras Notícias

VER TODOS